Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2013

Histórias que comovem

Eu escuto todos os dias muitas histórias, dos mais variados tipos e com os desfechos mais heterogêneos possíveis. Histórias de superação, de abandono, de negligência, de abuso. Algumas histórias tristes e outras felizes.

E comecei o ano ouvindo uma surpreendente história de amor e generosidade, snetimantos tão em falta nos dias de hoje, tão silenciados pelo egoísmo, pela inveja e pela violência.

A mãe de um paciente veio me procurar para contar que seu filho tinha falecido. Vocês já sabem a minha opinião sobre morrer na infância. Deveria ser proibido! Criança tem que viver, que florescer. A morte não deveria serpermitida nessa faixa etárias. Mas sabemos bem, que ela não poupa ninguém.

Um menino com uma condição neurológica não muito grave, que aos 9 anos tinha um atraso motor e cognitivo leves. Andava, corria, estudava e já estava alfabetizado.

Apresentou uma descompensação do seu quadro neurológico e naquela velha combinação que tão bem conhecemos no Brasil de escassez de recursos asso…