Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2010

YOGA PARA CRIANÇAS ESPECIAIS – UM LINDO TRABALHO!!!

Eu pratico Yoga há mais de 10 anos e descobri nesta prática milenar um poderoso instrumento de auto-conhecimento. Porém nunca tinha ouvido falar no potencial terapêutico do Yoga, até que há cerca de dois anos conheci a professora Kátia Gontijo (do Instituto Sou Especial- veja link abaixo) e aprendi uma outra abordagem do Yoga.

Foram dois anos de muito aprendizado, onde pudemos observar que situações clínicas como a ECNE (ou paralisia cerebral) e síndrome de Down, respectivamente crianças hiper e hipotônicas respondem muito bem à estimulação motora do Yoga.

Outros benefícios, como melhora na irritabilidade, no contato e na atenção também puderam ser observados.

Durante o processo, as crianças passavam por reabilitação fonoaudiológica, além de suporte nutricional e psicológico.

Eu fiz o acompanhamento clínico dos atendidos e pude notar a melhora da espasticidade (rigidez) nas crianças encafalopatas e um desenvolvimento motor muito próximo do normal nos indivíduo com Síndrome de Down.

Além, d…

DICAS DE SAÚDE: VAMOS PROMOVER O BEM VIVER

Recebi esses textos e achei muito interessante. Tenho tentado colocar em prática na minha vida (aliás, muitas destas coisas realmente já eram minha rotina).

Estudos comprovam que o otimismo e o bom humor favorecem a liberação de um tipo de neurotransmissor associado ao bem-estar, a endorfina. Por outro lado, viver tensa e negativamente libera adrenalina, noradrenalina e corticosteróides, substâncias que, quando produzidas com intensidade e de forma contínua, provocam a queda da imunidade, com redução da produção de glóbulos brancos, células responsáveis pela defesa de nosso organismo.
Do ponto de vista fisiológico, a simples atitude de esboçar um sorriso ou dar uma gargalhada propicia um relaxamento imediato que se estende para o corpo todo, promovendo uma sensação de bem-estar físico, mental e emocional. Esse efeito pode contribuir com o sistema imunológico, aumentar a energia vital, equilibrar a produção de hormônios e reduzir dores. Desta maneira, não seria uma boa ideia estabelecer…

Estimulação Precoce: o caminho para o desenvolvimento adequado!!!

Estimular num conceito mais simples, significa criar condições que facilitem o desenvolvimento da criança. As mães o fazem naturalmente, através de conversas, alimentação, jogos de demonstração de afeto e carinho. No recém-nascido de risco (prematuro, baixo peso de nascimento e asfíxico), o processo se torna mais complexo, pois pode haver alteração no vínculo mãe / filho (a) e a intervenção precoce surge como um processo terapêutico.

O que se pretende é o início da estimulação o mais cedo possível, uma vez que durante os primeiros anos de vida é que ocorre o maior desenvolvimento do cérebro, sendo de fundamental importância, as experiências pelas quais a criança passa neste período.

A plasticidade neuronal explica hoje a urgência que há na estimulação de crianças que sofreram uma injúria no SNC, pois quanto mais precoce e objetiva esta intervenção, maior e melhor são as chances desta criança se desenvolver plenamente dentro de suas potencialidades e com menor déficit residual. Nosso cér…