Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2012

PRA NÃO DIZER QUE NÃO FALEI DAS FLORES

Caminhando e cantando e seguindo a canção, assim começa a bela canção de Geraldo Vandré, símbolo da resistencia à ditadura dos anos 60/70. Comecei esse texto com a letra desta música tão forte e tão atual, para refletirmos sobre o ano que passou e o que virá.

Nossa vida é um retrato fiel de nossas escolhas. Eu caminho cantando e confiando. Com o olhar atento ao bom da vida, mesmo quanto ele parece ter se perdido na rotina, nos problemas, na corrupção, na violência, na injustiça. Eu caminho e confio!
E ele continua dizendo na música, que somos todos iguais. Sim, iguais! Acredito que somos iguais e vivo isso, luto por isso. Essa é uma das minhas escolhas. Meu trabalho, minhas crianças, que me ensinam a olhar o mundo com mais suavidade.  E eu aprendo com elas a sorrir e a ser feliz, mesmo quando a maré está adversa.
Esse ano foi um bom ano, com boas escolhas e boa colheita. Mas não foi fácil, acho que nunca é. Um anos, doze meses, 365 dias é muito tempo para não termos nenhum aborrecimento. …

Minhocão ou Elevado Costa e Silva?

Eu já comentei aqui que gosto muito de uma revista chamada Vida Simples. Tenho desde o primeiro exemplar, mas de um tempo pra cá não estava mais curtindo tanto as matérias e a forma como ela está sendo conduzida. Então parei de comprar e resgatei os quase sete anos que tenho de revista e estou relendo. Revisitar conhecimentos alguns anos depois é bastante interessante.
Mas não é disso que vou falar hoje. Relendo uma dessas revistas de 2008, achei um texto da colunista (que escreve desde o começo da revista) Soninha Francine – sim, a candidata a prefeitura de SP – em que ela faz uma bela analogia entre o Minhocão e toda a alegria do brasileiro e sua irreverência em apelidar tudo, as cores do caminho, os pássaros que insistem em cantar em meio ao concreto e o Elevado Costa e Silva, a mesma construção, mas que nos remete e um Marechal que assumiu a presidência de nosso país em 67 e promulgou o terrível AI-5, que nos privou da nossa liberdade e da nossa arte.
O mesmo lugar com duas denomin…

GASTROSTOMIA: UM PROBLEMA OU UMA SOLUÇÃO?

Esse é um tema recorrente na minha prática clínica e embora, não seja específica da neurologia, a indicação da gastrostomia é um momento delicado e que gera muitas dúvidas nos familiares.
A gastrostomia é uma abertura feita cirurgicamente no estômago para o meio externo, que pode ser realizada por via endoscópica ou através de cirurgia a céu aberto, com finalidade de facilitar a alimentação enteral do paciente e administração de líquidos, quando a mesma está impossibilitada por via oral.
Sua principal função, além de prover alimentação e ganho calórico adequado é evitar as consequências dos distúrbios da deglutição, em especial, a broncoaspiração. A broncoaspiração ocorre quando o alimento ao invés de descer pela via do sistema digestório, cai no sistema respiratório e vai para o pulmão.
Isso ocorre em várias situações neurológicas crônicas e pode chegar a 90% em casos de paralisia cerebral grave e 100% em doenças neuromusculares progressivas.
Alguns sinais de alerta para a aspiração são…

VAGAS LIMITADAS

PALESTRA GRATUITA

NESTE DIA DO MÉDICO, TEMOS MUITO A COMEMORAR! SERÁ?

Recebi essa semana o jornal do Conselho de Medicina com essa manchete na capa: Neste dia do médico, temos muito a comemorar! E citava algumas conquistas como o reconhecimento da sociedade e nossa contribuição para o fortalecimento da assistência médica.
Fiquei olhando meio entristecida para o jornal e me perguntando se realmente temos motivos para comemorar. Num país onde os planos de saúde pagam em média 20 ou 30 reais uma consulta de um especialista que levou no mínimo 8 anos para se formar, entre graduação e especialização, onde o serviço público paga pela hora trabalhada um valor vergonhoso. Onde as pessoas morrem na fila esperando um exame ou uma avaliação especializada. Desculpe, mas vou discordar do meu conselho, pois acho que temos muito pouco a comemorar.
Eu adoro minha profissão. Gosto mesmo. De verdade. Sem demagogias. Gosto de cuidar das pessoas, dessa troca linda que é conhecer o outro, sua vida, suas histórias. Divido dores, multiplico possibilidades, somo conhecimento. E…

E AS FÉRIAS ACABARAM!

Há algum tempo aprendi a tirar férias. Sair, desligar, descansar. Sair de todos os empregos ao mesmo tempo, desligar o celular, Enfim, me dar tempo! Às vezes fico em casa curtindo meu cantinho e minhas plantinhas, outras, viajo. Desta vez, viajei. Passei 20 dias viajando. Um momento lindo de descanso e aprendizado. Conheci lugares mágicos, me desliguei de todas as demandas do meu cotidiano. Realmente um tempo só meu. E a viagem foi intensa. Descanso mental, mas quase uma aula de aeróbica... Andei, andei, andei. E aprendi, senti, compreendi. Conhecer novos lugares, com o olhar atento e o coração aberto nos transforma, acrescenta. Foi uma viagem sensacional. Fui a Israel, numa peregrinação pelos caminhos de Cristo na terra Santa e depois Assis e Fátima, na Itália e Portugal, respectivamente. Lugares lindos, uma beleza para ser apreciada com os olhos e com o coração. Mas Israel superou minhas expectativas. Longe de defender qualquer posição religiosa, entender os caminhos deste grande homem…

ENCONTROS E DESPEDIDAS

“O trem que chega é o mesmo trem da partida”. Assim nos fala os versos da linda canção de Milton Nascimento e Fernando Brant, há pouco tempo regravada na bela voz de Maria Rita. A chegada é alegre, positiva, enquanto a partida, na maior parte das vezes é triste. Mas a música nos lembra que o trem é o mesmo, a vida tem chegadas e também adeus. E embora haja dor na despedida, há também crescimento, aprendizado.
Vocês que me acompanham no blog já sabem que desapego não é meu forte. Crio vínculos, me envolvo e dizer adeus, ou mesmo até breve, é difícil para mim.
Mesmo em situações positivas, como por exemplo, trocar de carro. Sim, eu crio uma relação com meu carro. Gasto dentro dele boa parte do meu dia. Então preciso me despedir, desapegar, deixa-lo ir fazer outras pessoas felizes.
Com meus bichos isso é obviamente muito mais intenso. Tenho uma relação de troca, de amor e de cuidado mútuo com eles. Entendo que bicho não é gente e que a brevidade da vida deles nos faz aprender a deixar ir, …

IMPERDIVEL - Palestra gratuita

A imagem desaparece....
Mas vai em texto.  Segunda, dia 27/08 - PALESTRA TRANSTORNO AFETIVO BIPOLAR Dra Evelyn Kukzinsky - psiquiatra da infância e da adolescencia. EVENTO GRATUITO LOCAL: Instituto de Psicologia da USP, bloco B sala 26 Organização: Projeto Disturbios do Desenvolvimento - IPUSP

O QUE VEM POR AÍ!

Voltando a falar do Congresso, muitas novidades foram expostas no congresso e na feira de reabilitação. O aparato tecnológico de assistência à pessoa com deficiência não para de se aprimorar.
Técnicas de reabilitação robótica como o Lokomat, que permitem o movimento com auxílio e correção das deformidades. Andadores que se transformam em cadeiras de rodas para deambuladores de curtas distâncias, próteses articuladas com movimentação muito próxima do normal. Enfim, muitas possibilidades.
Ainda na área terapêutica, a estimulação magnética transcraniana na reabilitação após acidente vascular cerebral (AVC), para estimulação motora e o aprimoramento de técnicas como a reabilitação em espelho foram novidades e aperfeiçoamentos apresentados no encontro. Terapias intensivas na reabilitação precoce foram salientadas como o melhor plano de recuperação.
Todas essas possibilidades associadas à medidas objetivas dos ganhos funcionais. Cada vez mais propomos avaliações dos ganhos reais da reabilitaçã…

CONGRESSO BRASILEIRO DE MEDICINA FÍSICA E REABILITAÇÃO

Essa semana participei do Congresso Brasileiro de Medicina Fisica e Reabilitação. É a primeira vez que venho a esta evento e o tamanho impressiona. 
Realizado no Centro de Convenções do Anhembi junto com a feira de reabilitação, a estrutura física é enorme.
Embora com algumas falhas, especialmente na parte de alimentação (no primeiro dia oficialmente passei fome), a organização é muito boa e o espaço muito bem pensado.
Impressionante como a deficiência vem cada vez mais tomando seu espaço e seu lugar nas discussões e nos investimentos na área da saúde.
Claro que quando falamos de saúde pública, essa realidade ainda está muito distante e pouco acessível, mas a área da reabilitação cresce exponencialmente, tanto em novos recursos quanto em aprimoramento dos antigos.
Muito se falou sobre o idoso, que mesmo quando não tem deficiência, tem mobilidade reduzida e uma fragilidade que se não diagnosticada e abordada reduz sua expectativa e qualidade de vida.
Um consenso nesta área é que qualidade de…

PEQUENAS FELICIDADES

Eu sou uma pessoa feliz. Mesmo! Parte disso vem da minha personalidade. Sou mais alegre que melancólica. Mas boa parte disso é uma escolha. Eu escolho a alegria. No copo pela metade, acredito que ele está meio cheio e não meio vazio.

Mesmo nos momentos de problemas mais graves, tento não manter o foco no negativo e aproveitar todo e qualquer momento de alegria. É claro que o meu trabalho, onde escuto histórias muito tristes, me ajuda a contextualizar minha vida. Recebo,todos os dias, lições de vida, pessoas que passam por situações extremas e tiram um força, uma retidão que admiro. E observo. E aprendo. 

Comparar nunca é uma boa proposta. Sempre há alguém com mais ou menos. Mas o que vale é olhar o hoje e aproveitar. Aprender que há sempre mais e menos, mas o que eu tenho é meu, o que eu sou é bom. Pode melhorar? Sempre, mas o presente me faz feliz, me basta.

Ouço muito a frase: " Eu era feliz e não sabia" e penso que talvez essa pessoa ainda seja feliz e continue não sabendo, n…

Filho de peixe não nasce jacaré!

Essa frase é uma adaptação que faço frequentemente do ditado “filho de peixe, peixinho é” e que repito várias vezes durante meu trabalho.
E o principal objetivo desta frase não é lembrar aos pais a herança genética de seus filhos, mas principalmente os comportamentos aprendidos no ambiente domiciliar. Criança aprende observando. Não adianta mandar seu filho beber suco de laranja, enquanto você só bebe refrigerante.
Assim vale também para a escola. Uma queixa extremamente frequente é a que a criança não quer estudar. Vamos combinar, quantos de nós aos 7 ou 8 anos de idade queriam estudar? Quantos espontaneamente pegamos um livro para ler? Poucos, eu garanto. Até porque nesta idade, não há maturidade para entender os reais benefícios do estudo.
Mas esses também são comportamentos aprendidos. Estudos apontam que a escolaridade materna é fator importante no sucesso escolar das crianças. Se você lê, se informa, estuda, está indiretamente ensinando seu filho a fazer o mesmo.
Ajudar a tarefa …

O ELETRENCEFALOGRAMA: VAMOS CONHECER UM POUCO DESTE EXAME

Recebo muitas perguntas no blog a respeito do exame de eletrencefalograma. Vamos tentar responder algumas.
O Eletroencefalograma (EEG) é o estudo do registro gráfico das correntes elétricas encefálicas, realizado através de eletrodos aplicados no couro cabeludo.
O psiquiatra alemão Hans Berger (1873-1941), obteve a primeira imagem gráfica das corrente elétricas do cérebro através da pele intacta da cabeça do homem.
As indicações destes exames são: avaliação de síndromes epilépticas, avaliação de coma, morte encefálica, intoxicações, encefalites, síndromes demenciais, crises não epilépticas e distúrbios metabólicos.
O exame deve ser realizado em ambiente tranquilo e silencioso, preferencialmente com o paciente em sono espontâneo ou induzido por remédio, pois o sono é um ativador das alterações epilépticas. Manobras como fotoestimulação e hiperpnéia (respirar rápido) também devem ser realizadas de rotina. A duração mínima do registro deve ser de 20 minnutos.
É um exame relativamente barato…

Vale a pena ler!!

Amigos, vou postar a entrevista de um colega da AACD, que li no blog de um colega.
O endereço do blog é www.saudeconsciencia.blogspot.com.br
Vale a visita.

PRECISA CAIR A FICHA - ENTREVISTA

POR: ANTONIO CARLOS FERNANDES - MÉDICO ORTOPEDISTA



Sem jogo de bola e outras brincadeiras de rua, com a atenção voltada para games, computadores, tablets e smartphones, as crianças podem acabar antecipando o processo de envelhecimento. O que o senhor tem observado no comportamento das crianças em relação à postura? Antes de tudo, que praticam menos atividade física. Há muito mais atividade intelectual, seja na escola ou em casa, além de a atenção hoje estar voltada para videogames, computadores, tablets e smartphones.
Quais são as possíveis consequências desse comportamento? O músculo torna-se mais fraco e as articulações sofrem com a sobrecarga. Isso ocorre tanto na coluna quanto nos membros inferiores. Quando essas crianças decidem levar adiante uma atividade física, é até necessário que o…

Livro, de novo!

Sei que ando parecendo uma critica literaria, postando dicas de leitura no blog. Mas como adoro ler e volta e meia acho algo interessante em relação a alguma situação neurológica, gosto de compartilhar com vocês.

E a dica desta vez é o livro: O estranho caso do cachorro morto. O autor Mark Haddon nos escreve em primeira pessoa como se fosse Christopher, um rapaz de 13 anos, 5 meses e 2 dias.

Sim, Christopher é uma menino com Síndrome de Asperger, uma situação clinica que se encaixa nos transtornos do espectro autista.

Extremamente inteligente, Christopher nos leva de forma objetiva e clara a observar toda a sua dificuldade de socialização e suas limitações diante do novo.

O autor expoe de forma muito bem elaborada os sentimentos do personagem e de forma leve e bem humorada, nos leva a entra nesse mundo tão diferente que é o dos Asperger.

A história é bem humorada e envolvente. Uma leitura rápida e fluida, mas com uma profunda reflexão sobre o outro, o diferente. Nem pior, nem melhor. …

Palestra gratuita

Palestra imperdivel no IP USP - convidada Dra Maria Sigride Thomé-Souza
Tema Autismo e epilepsia.
Maiores informaçōes ni link abaixo.
APROVEITEM!

http://amareproteger-2.blogspot.com.br/2012/06/palestra-gratuita-autismo-e-epilepsia.html

O mundo da epilepsia

Cercada de mistérios e preconceito desde a antiguidade, a epilepsia é sempre um tema interessante de estudar e tratar. Com uma prevalência de 1% na população geral, é importante olhar sem medo para esse assunto.

O congresso está sendo muito interessante. A epilepsia foi amplamente discutida, em todos os seus aspectos. Um programa abrangente, com convidados bastante expressivos no cenário atual, fizeram deste um proveitoso encontro.

Iniciamos com o dificil diagnostico diferencial da epilepsia com outros eventos paroxisticos. Muitos eventos podem ser confundidos com epilepsia, desde doenças do movimento, até as chamadas CNEPs, que são as crises não epilépticas psicogênicas, diagnóstico esse só esclarecido com a realização do vídeo-EEG.

Passamos então, ao estudo da nova classificação proposta pela ILAE - liga internacional contra a epilepsia. E novamente voltamos a utilizar o termo convulsão como sinonimo de epilspsia.

Muito se falou das possibilidades de exames na investigação etiológic…

VAMOS ESTUDAR NO FERIADO!

Aqui estamos novamente aproveitando o feriado para estudar. Vocês que me acompanham já sabem o quanto é frequente a ocorrencia de congressos no feriado.

A quente e nublada Ribeirão recebe esse ano o 34o congresso brasileiro de epilepsia. Faz alguns anos que não venho a esse congresso, apesar da minha formação em epileptologia, não consigo ir todos os anos a todos os congressos, senão não consigo trabalhar...

Mas já que vim, resolvi fazer o pacote completo, iniciando com o curso pré congresso em neuroimagem em epilepsia.

Assistir palestras de neuroimagem é sempre meio deprimente para quem como eu, trabalha preferencialmente em serviços de saúde pública.

Fico sempre com a sensação de que muito há para se oferecer e pouco conseguimos realizar.

Variaveis como tipo de equipamento, profissional que lauda o exame com experiencia em epilepsia e recursos tecnológicos de ponta, influem sobremaneira no resultados dos exames.

Embora a neuroimagem seja primordialmente usada na investigação etiológi…

Para ler e amar!